Deus tem um plano para nós, é um plano de paz, que foi preparado antes de ser sermos concebidos (Efésios 2:10 e Provérbios 29:11). Esta descoberta mudará sua vida, por que o Plano de Deus vai te levar à processos e os processos te levarão às mudanças.

Os processos são provocações de Deus para que você veja o que Ele quer de você.

“Pela fé, entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não são visíveis.” (Hebreus 11:3)

A Fé nos mostrará o invisível.

“A fé mostra a realidade daquilo que esperamos; ela nos dá convicção de coisas que não vemos.” (Hebreus 11:1)
“Não procuramos as coisas visíveis, mas as invisíveis; porque as coisas visíveis duram apenas um momento, enquanto as invisíveis duram para sempre.” (2 Coríntios 4:18)

Enquanto Deus irá arrancar de você as coisas que estão te impedindo de avançar, o inimigo te dará coisas para você se apegar e não avançar.

Se Deus está te tirando coisas, deixa elas irem. Aprenda que elas não fazer mais parte do processo atual que Ele tem para você.

O que Deus vai te dar novas coisas, ninguém poderá tirá-las de você.

O apóstolo Pedro e Centurião Cornélio foram 2 pessoas que Deus provocou para se moverem dentro do Plano dEle. Deus os levou à 2 processos e podemos aprender muito com isto.

Os primeiros da jornada dos discípulos, após a ascensão de Jesus, foram muito intensos. No ano 33dC, acontece o Pentecostes. Comissionados e cheios do Espírito, eles partem pregando e realizando milagres, sob forte perseguição.

O ponto alto da perseguição foi a morte de Estevão, no ano 36. Mas, a conversão de Paulo, no ano 45, trouxe um novo impulso para Evangelho.

Por volta do ano 46 é fundada, por Paulo e Barnabé, a emblemática Igreja de Antioquia. Ela não era apenas a 1ª. Igreja era missionária e, foi lá nome que os discípulos foram chamados de Cristãos pela primeira vez.

A aceitação da conversão de Paulo, um ex-perseguidor de cristãos, e a ideia de que o evangelho era para todas pessoas, inclusive os gentios, era um desafio para eles, especialmente para Pedro.

“Quando chegou a Jerusalém, tentou reunir-se aos discípulos, mas todos estavam com medo dele, não acreditando que fosse realmente um discípulo.” (Atos 9:26)

Por volta do ano 47, “Pedro ficou em Jope durante algum tempo, com um curtidor de couro chamado Simão.” (Atos 9:43)

É neste cenário que ocorre o encontro de Pedro e Cornélio, narrado em Atos capítulo 10.

[v1] “E havia em Cesaréia um homem por nome Cornélio, centurião da coorte chamada italiana,”

CESÁREIA era uma Cidade grega tomada por Herodes que a batizou de CESARÉIA, em honra à Augusto Cesar. Lá havia um Quartel General e Cornélio era um Centurião que cuidava de uma legião de cerca de 100 homens.

[v2-4] “Piedoso e temente a Deus, com toda a sua casa, o qual fazia muitas esmolas ao povo, e de contínuo orava a Deus.
Este, quase à hora nona do dia, viu claramente numa visão um anjo de Deus, que se dirigia para ele e dizia: Cornélio.
O qual, fixando os olhos nele, e muito atemorizado, disse: Que é, Senhor? E disse-lhe: As tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus;”

Cornélio era um homem grato, o Senhor viu isto. E a gratidão o levou ao próximo passo.

[v5-8] “Agora, pois, envia homens a Jope, e manda chamar a Simão, que tem por sobrenome Pedro.
Este está hospedado com um certo Simão curtidor, que tem a sua casa junto do mar. Ele te dirá o que deves fazer.
E, retirando-se o anjo que lhe falava, chamou dois dos seus criados, e a um piedoso soldado dos que estavam ao seu serviço.
E, havendo-lhes contado tudo, os enviou a Jope.”

Cornélio precisava se mover para um novo processo.

[v9-15] “E no dia seguinte, indo eles seu caminho, e estando já perto da cidade, subiu Pedro ao terraço para orar, quase à hora sexta.
E tendo fome, quis comer; e, enquanto lho preparavam, sobreveio-lhe um arrebatamento de sentidos,
E viu o céu aberto, e que descia um vaso, como se fosse um grande lençol atado pelas quatro pontas, e vindo para a terra.
No qual havia de todos os animais quadrúpedes e feras e répteis da terra, e aves do céu.
E foi-lhe dirigida uma voz: Levanta-te, Pedro, mata e come.
Mas Pedro disse: De modo nenhum, Senhor, porque nunca comi coisa alguma comum e imunda.
E segunda vez lhe disse a voz: Não faças tu comum ao que Deus purificou.”

Pedro, também, precisava se mover para um novo processo.

[v16] “E aconteceu isto por três vezes; e o vaso tornou a recolher-se ao céu.”


Pedro era o cara das 3 vezes:

– 3 vezes repreendido (igreja, santa ceia, prisão),

– Negou 3 vezes,

– “Tu me amas” 3 vezes.

– E o número 3 é muito importante e emblemático no texto sagrado e na criação de Deus: 3 mensagens angélicas, 3 filhos de Noé, cabeça-tronco-membros, 3D, 3 reis magos, etc.

[v17-22] “E estando Pedro duvidando entre si acerca do que seria aquela visão que tinha visto, eis que os homens que foram enviados por Cornélio pararam à porta, perguntando pela casa de Simão.
E, chamando, perguntaram se Simão, que tinha por sobrenome Pedro, morava ali.
E, pensando Pedro naquela visão, disse-lhe o Espírito: Eis que três homens te buscam.
Levanta-te pois, desce, e vai com eles, não duvidando; porque eu os enviei.
E, descendo Pedro para junto dos homens que lhe foram enviados por Cornélio, disse: Eis que sou eu a quem procurais; qual é a causa por que estais aqui?
E eles disseram: Cornélio, o centurião, homem justo e temente a Deus, e que tem bom testemunho de toda a nação dos judeus, foi avisado por um santo anjo para que te chamasse a sua casa, e ouvisse as tuas palavras.”

Tanto Cornélio quanto Pedro tinham visões muito claras sobre como fazer e cuidar de discípulos.

[v23-26] “Então, chamando-os para dentro, os recebeu em casa. E no dia seguinte foi Pedro com eles, e foram com ele alguns irmãos de Jope.
E no dia imediato chegaram a Cesaréia. E Cornélio os estava esperando, tendo já convidado os seus parentes e amigos mais íntimos.
E aconteceu que, entrando Pedro, saiu Cornélio a recebê-lo, e, prostrando-se a seus pés o adorou.

Mas Pedro o levantou, dizendo: Levanta-te, que eu também sou homem.”

Pedro e Cornélio estão dando os passos dentro de um processo que envolvia mudanças.

[v27-29] “E, falando com ele, entrou, e achou muitos que ali se haviam ajuntado.
E disse-lhes: Vós bem sabeis que não é lícito a um homem judeu ajuntar-se ou chegar-se a estrangeiros; mas Deus mostrou-me que a nenhum homem chame comum ou imundo.
Por isso, sendo chamado, vim sem contradizer. Pergunto, pois, por que razão mandastes chamar-me?”

Pedro está diante do crucial, diante das coisas que ele precisava ser arrancadas da sua visão passada. Os elementos que o impedia de andar no processo que Deus estava estabelecendo para ele.

Quando Pedro chega, Cornélio explica por que o chamou, conforme a orientação do Senhor:

[v30-33] “… E logo mandei chamar-te, e bem fizeste em vir. Agora, pois, estamos todos presentes diante de Deus, para ouvir tudo quanto por Deus te é mandado.”

Pedro e Cornélio estão sendo provocados por Deus para um novo processo, por que no final eles sairiam prontos para o Plano.

[v34-43] “E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas;
Mas que lhe é agradável aquele que, em qualquer nação, o teme e faz o que é justo.
A palavra que ele enviou aos filhos de Israel, anunciando a paz por Jesus Cristo (este é o Senhor de todos);
Esta palavra, vós bem sabeis, veio por toda a Judéia, começando pela Galiléia, depois do batismo que João pregou;
Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele.
E nós somos testemunhas de todas as coisas que fez, tanto na terra da Judéia como em Jerusalém; ao qual mataram, pendurando-o num madeiro.
A este ressuscitou Deus ao terceiro dia, e fez que se manifestasse,
Não a todo o povo, mas às testemunhas que Deus antes ordenara; a nós, que comemos e bebemos juntamente com ele, depois que ressuscitou dentre os mortos.
E nos mandou pregar ao povo, e testificar que ele é o que por Deus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos.
A este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nele crêem receberão o perdão dos pecados pelo seu nome.”

Deus nos coloca em processos para nosso crescimento. Os processos testificam, influenciam, nos aperfeiçoam e nos abençoam.

[v44-48] “E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra.
E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios.
Porque os ouviam falar línguas, e magnificar a Deus.
Respondeu, então, Pedro: Pode alguém porventura recusar a água, para que não sejam batizados estes, que também receberam como nós o Espírito Santo?
E mandou que fossem batizados em nome do Senhor. Então rogaram-lhe que ficasse com eles por alguns dias.”

Quem é Pedro?! Quem é Cornélio?!

São pessoas como eu e você que precisavam ser aperfeiçoadas através de processos.

Na verdade, tanto Pedro como Cornélio foram provocados pelo Senhor para um processo de crescimento. Pedro tinha conceitos e preconceitos que precisavam ser quebrados e através do processo de Cornélio ele pode aprender e crescer para sua missão. Por outro lado, Cornélio e seu grupo precisavam aprender mais da Palavra e Pedro trouxe lhes o Testemunho de Jesus.

No final, o Espírito Santo desceu sobre eles e os abençoou.

Como você lida com os processos?!

Os processos são provocações de Deus para nosso crescimento e mudanças em nossa vida. Certamente serão desconfortáveis, envolverão deixar de lado coisas antigas, conceitos passados, visões equivocadas para receber novos desafios e a visão clara da vontade dEle. São a oportunidade do desenvolvimento da fé para enxergar as coisas invisíveis de Deus.


Esta história, também, apresenta 2 casas:

– A casa de Simão, o curtidor de couro, que hospedou o apóstolo Pedro.

– A casa de Cornélio que se abria para receber e ensinar pessoas (amigos e parentes) sedentos da Palavra.

 

 

Como é a sua casa?! Você recebe pessoas e as discípula?!

Uma casa sacerdotal está sempre aberta para receber pessoas e testemunhar da Palavra.

 

– Jonas de Souza Netto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá!
OBRIGADO POR NOS ACESSAR!
Queremos...
CONHECER VOCÊ!
Conecte-se...
COM JESUS E A SBN!
Suas informações são...
IMPORTANTES E PRIVATIVAS
GET IT NOW
500% MORE SUBSCRIBERS
EFFICIENCY
BOOST YOUR SALES
CREATIVITY
INSPIRE YOUR VISITORS
BE UNIQUE
CREATE UNIQUE POPUPS
Conectar