Quem não se lembra da famosa Penitenciária do Carandiru? Situava-se na zona norte de São Paulo, no bairro que leva o mesmo nome, inaugurada na década de 1920, e chegou a ser considerado o maior presídio da América Latina, chegando a abrigar 8.000 presos.

5454545454vvvvvvvv

Ficou conhecido pelo ocorrido em 1992, quando 111 detentos foram mortos pela PM/SP durante uma rebelião, cujo fato repercutiu mundialmente e mereceu até uma canção denominada “Diário de um detento”, escrita pelos Racionais MC’s, cuja letra versa sobre o lamentável episódio.

Alguns dizem que o número de mortos oficial não retrata a realidade, e que seriam,no mínimo,250 detentos mortos.

O presídio foi desativado e demolido e em seu lugar o governo paulista construiu o Parque da Juventude, a Biblioteca de S.P e a ETEC Parque da Juventude.

Naturalmente que este fato será sempre lembrado, tamanho foi o choque das cenas apresentadas pela mídia, mesmo que tenhamos feito imenso esforço para esquecê-lo. Pensando nisso, me causou enorme estranheza, quando me deparei com um muro que cerca um condomínio de prédios, recentemente grafitado com letras garrafais e cuidadosamente desenhadas e com cores fortes chamando a atenção de quem passa, e onde se lê a inscrição “PAVILHÃO 9”.

5454545454vvvvvxxvvv

Fiquei me perguntando porque alguém teria orgulho em, propositalmente, referir-se ao local onde mora com um nome que carrega um estigma tão pesado? Seria uma homenagem? Um protesto? Uma forma de manter viva aquela lembrança? Uma agressão? Como será a vida por detrás desses muros? Confesso que achei muito triste. A única coisa que me ocorreu foi que eu não gostaria de ser um dos moradores daquele lugar.

Imaginei-me residindo no lugar dos meus sonhos. É uma cidade linda e existe uma descrição dela: “…Tinha grande e alta muralha, doze portas, e, junto às portas, doze anjos, e, sobre elas, nomes inscritos,que são os nomes das doze tribos dos filhos de Israel. A muralha da cidade tinha doze fundamentos e, estavam sobre estes os doze nomes dos doze apóstolos do Cordeiro. A estrutura da muralha é de jaspe; também a cidade é de ouro puro,semelhante a vidro límpido. Os fundamentos da muralha da cidade estão adornados de toda espécie de pedras preciosas: jaspe, safira, calcedônia, esmeralda, sardônio, sárdio, crisólito, berilo, topázio, crisópraso, jacinto e ametista. As doze portas são doze pérolas e a praça da cidade é de ouro puro”.

Ali o Santuário é o Senhor, o Deus Todo-Poderoso e o Cordeiro. A cidade não precisa de sol, nem de lua, pois a glória de Deus a ilumina e o Cordeiro é a sua lâmpada e não haverá dia ou noite e suas portas jamais se fecharão e jamais entrará ali o pecado e a mentira e ali habitará somente os que se acham inscritos no Livro da Vida!! (Apoc.21-12-27)

5454545454vvvvvvvmmlov

Você consegue imaginar um lugar melhor prá se viver??

Que o Senhor nos ajude a sairmos das muralhas do Pavilhão 9 para adentrarmos às muralhas da Cidade Santa…

A NOVA JERUSALÉM!! AMÉM!!

Vania Cristina Teixeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá!
OBRIGADO POR NOS ACESSAR!
Queremos...
CONHECER VOCÊ!
Conecte-se...
COM JESUS E A SBN!
Suas informações são...
IMPORTANTES E PRIVATIVAS
GET IT NOW
500% MORE SUBSCRIBERS
EFFICIENCY
BOOST YOUR SALES
CREATIVITY
INSPIRE YOUR VISITORS
BE UNIQUE
CREATE UNIQUE POPUPS
Conectar