coluna_editores2

Olá Galera conectada à radio Só Boas Novas!

Começa agora o programa Ao Redor da Música, com Yuri Rosembaum.

Para aqueles que perderam o último programa, falamos um pouco da origem da música gospel e suas principais influências e cantores.

Não esqueça de deixar seu recado no contato@soboasnovas.com.br sobre o que está achando do programa e sugestões para os próximos… Não deixe de falar com a gente!

O Tema do programa de hoje é um canto bem peculiar da música gospel, chamado canto a cappella.

Quando eu ouvi uma apresentação do canto a capela, eu era pequeno, e vou confessar… Fiquei procurando onde estavam os instrumentos…

O canto a capela quebra um paradigma da música… Prá que instrumentos se temos tudo nas cordas vocais…

Traduzido como “à maneira da capela” ou “da capela”, o canto é normalmente feito em solo ou em grupo e usa-se somente a voz, sem a utilização de nenhum instrumento musical. Sua origem vem das práticas do canto gregoriano, em que não era exigido a ajuda do órgão ou de qualquer instrumento. Na verdade, até 670 d.C não havia instrumentos na adoração Católica Romana, até a introdução do órgão feita pelo Papa Vitaliano na Catedral de Roma. Muitas vezes quem executava os cantos gregorianos eram os próprios monges e clérigos, que formavam um grupo, desciam do presbitério e se dirigiam à uma capela lateral da igreja, surgindo assim esta expressão para dar nome a esse tipo de canto. Grandes compositores clássicos como Mozart, Bach e Haendel escreveram diversas músicas para esta formação.

Para você sentir um pouco da atmosfera em que surgiu o canto a cappella, ouviremos agora um canto gregoriano composto por Haendel, chamado ‘Aleluia’, interpretada pelo coro de Vienna.

Diferente, não é mesmo? Você acabou de ouvir um canto gregoriano chamado Aleluia, criado pela expoente compositor clássico Handel.

O que é interessante na cultura judaica, que para algumas sinagogas mais conservadoras o uso de instrumentos musicais aos sábados é proibido. E mesmo durante as adorações informais fora da sinagoga, ou em festas tradicionais, eles normalmente cantam músicas a cappella, que são conhecidas como “zemirot”.

 

Nossa história continua. Peter Christian Luktin, reitor da Nothwestern University School of Music ajudou que o canto acapella se popularizasse nos Estados Unidos com a criação de Coro A Capella em sua universidade em 1906, que foi o primeiro a ser criado na américa.

A partir daí, uma grande e proeminente tradição de canto a cappella começou no centro oeste dos EUA por volta de 1911 com o auxílio de Olaf Christiansen, um membro da faculdade St. Olaf College, Minnesota. O coral desta faculdade foi criado como consequência da Igreja Luterana na qual Christiansen era organista e o coral era composto por quase metade dos estudantes do Campus. O grande sucesso do conjunto foi imitada por outros regentes em diversas partes do país e fez com que uma rica tradição de música acapella interpretadas por corais nascesse na região.

Vamos ouvir agora a música “Light Everlasting”, ou “Luz Eterna”, interpretada por uma formação atual do Coral de St. Olaf College, sendo essa música composta pelo próprio Olaf Chrstiansen em 1948.

E essa foi “Light Everslasting”, interpretada pelo Coral do St. Olaf College.

Os corais que nasceram nesta época eram formados por mais ou menos 40 a 80 vozes e eram reconhecidos pelo seus esforços pela perfeita harmonia, entonação e fraseado, mesmo envolvendo uma grande quantidade de cantores.

 

Por volta dos Anos 50, muitos grupos introduziram complexas harmonias vindas do Jazz para as performances a cappela. Como exemplos notáveis desta época podemos citar os Hi-Los e Four Freshmen. Já o grupo britânico King’s Singers ajudou a promover as pequenas formações de canto à cappella em meados dos anos 60. O grupo foi formado em 1968 por seis estudantes de canto coral. O ápice da popularidade do grupo no Reino Unido foi por volta do fim dos anos 70 e começo dos 80. A partir daí passaram a alcançar uma audiência internacional e chegaram a ganhar duas vezes o Grammy Awards, maior prêmio da música intenacional.

Vamos ouvir agora a música tradicional “Down to the River to Pray”, ou “Descendo o Rio para Orar” com a formação atual do grupo King’s Singers.

Você acabou de ouvir a música “Down to the River to Pray”, executada pelo Grupo King’s Singers.

O grupo, não só canta músicas sem utilizar instrumentos, como executa músicas instrumentais sem utilizar nenhum instrumento a não ser as cordas vocais! Imagine! A técnica deles é impressionante e para os ouvidos mais desatentos pode até acreditar que há uma orquestra tocando.

Vamos conferir? Tocará agora a peça clássica para orquestra “Abertura do Barbeiro de Sevilla” de Rossini, interpretada pelo Grupo King’s Singers.

Por incrível que pareça você ouviu essa música interpretada por um grupo apenas de vozes, o King’s Singers, mostrando toda a habilidade que a voz humana é capaz.

 

A música a capella contemporânea inclui muitos grupos e bandas que adicionaram percussão vocal e beatboxing para criar um som similar a bandas com instrumentos. Na música cristã aparacem grupos como Take 6, Glad e Acappella.

O grupo Take 6 é um sexteto americano de música gospel a cappella formado em 1980 no campus de uma faculdade no Alabama. O grupo canta em um estilo contemporâneo influenciado pelo Jazz e Blues os quais influenciam suas músicas de louvor. Take 6 possui 10 prêmios Grammy e chegou a fazer participações com renomados artistas, como Ray Charles, Stevie Wonder, Whitney Houston e até realizar uma apresentação privada ao ex-Presidente George W. Bush. Além disso, todos os membros originais cresceram na Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Vamos ouvir agora a música “More Than Ever” do grupo Take 6.

Acabamos de ouvir a música “More Than Ever” do grupo gospel a cappella Take 6.

O interessante é que o grupo chegou a chamar Alliance no começo da carreira deles, porém, quando assinara seu primeiro contrato com a Warner em 1987, descobriram que o nome estava em uso e mudaram para Take 6. Hoje o grupo tem como base Nashiville, Tenessee.

Hoje em dia, a música acapella atingiu diversos estilos e culturas e virou parte do cotidiano de muitos. Além disso, é mais uma forma de para adorar nosso poderoso Deus e render glória a Ele por meio daqueles que tem esse dom!

Não esqueça de deixar seu contato em contato@soboasnovas.com.br!

Não perca o próximo, falando da História da Música Congregacional ou seja, dos hinos!

É galera, por hoje é só!

Até a próxima.

Download

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá!
OBRIGADO POR NOS ACESSAR!
Queremos...
CONHECER VOCÊ!
Conecte-se...
COM JESUS E A SBN!
Suas informações são...
IMPORTANTES E PRIVATIVAS
GET IT NOW
500% MORE SUBSCRIBERS
EFFICIENCY
BOOST YOUR SALES
CREATIVITY
INSPIRE YOUR VISITORS
BE UNIQUE
CREATE UNIQUE POPUPS
Conectar