Guia de Plantio de Sementes e Mudas SBN
+ 2000 árvores na cidade

Curta e publique as fotos da germinação e crescimento de sua árvore em nossa Fan Page

– Conheça a árvore escolhida

Ipê – Felpudo ou “Pau d’Arco”

ipe1

– Zeyheria tuberculosa (Vell.) – Bureau ex Verl.

Família : Bignoniaceae
Vegetação: Floresta Ombrófila Mista, Floresta Estacional Semidecidual.
Sindrome de Dispersão: Anemocórica
Grupo de Plantio: Diversidade
Tipo de Dormência: Fisica
Cores: Variações de branco, amarelo e roxo

– Processo de Cultivo:

1. Dormência

A quebra de dormência tem por objetivo acelerar a germinação de maneira mais uniforme a todas as sementes. A técnica mais simples é a de colocar as sementes em água fria de 12 a 24 horas (algaroba).

ipe2

Obs.: As sementes fornecidas já passaram pelo processo da Dormência e podem ser plantadas imediatamente.

1. Plantar a semente (Evento Dia 25/Novembro/2016)

As sementes serão distribuídas em kits:
– Um copo acrílico de 100 ml, com furos de drenagem e com o substrato ou solo para a plantação,
– Um saco plástico e amarrador para transporte,
– Sementes de ipê,
– E o Endereço do site para consulta sobre o processo de cuidado da muda.

2. Plantação:
– Cada participante estará desenvolvendo planta em um ambiente controlado.
– Deverá afundar levemente a terra com o dedo (2 cm adentro).
– E, depois, depositar a semente e envolvê-la com a terra.

ipe3

3. Germinação – (Após o Evento)

– Em sua casa, molhe novamente, mas com cuidado para que as sementes não saiam do copo, recomendamos utilizar um borrifador.
– Acompanhe a germinação e preste atenção principalmente em dias de muito calor e vento, pois o substrato (solo) pode secar muito rapidamente. Se precisar regue até 2 vezes por dia até o surgimento da radícula.

ipe4

– Após o desenvolvimento das primeiras folhas, comece a aumentar o espaço entre as regas, para que as raízes recebam oxigênio. Permita que o solo fique levemente seco antes de molhar novamente.

4. Repicagem das mudas

Após a germinação das sementes no copo, realiza-se a repicagem das mudas para os recipientes.
– A repicagem é uma operação delicada e deve ser executada com todo o cuidado.
– As mudas devem ser retiradas quando atingirem altura de 3 a 7cm, em geral apresentando dois pares de folhas, dependendo da espécie.
– A sequência de operações deve ser obedecida rigorosamente, para garantia da integridade das mudinhas e bom desenvolvimento posterior:

ip5

  1. Molhar a sementeira, para facilitar o arrancamento;
  2. Arrancar as mudas delicadamente, segurando pelo colo (região entre a raiz e o caule);
  3. Colocar as mudas em recipiente com água;
  4. Proceder à seleção das mudas, com base no vigor e na forma, isto é, observando defeitos, má formação, etc. É recomendável poda das raízes de maneira a facilitar o plantio, colocando-as novamente na água;
  5. Molhar os recipientes contendo solo;
  6. Abrir um orifício em cada recipiente, com profundidade suficiente para acomodar as raízes (Figura 1);
  7. Plantar, preenchendo o orifício com substrato peneirado, fino e seco, de forma a evitar a formação de bolsas de ar;
  8. Puxar levemente a muda para cima, de forma a endireitar a raiz principal;
  9. Montar abrigo de sombrite, ali mantendo as mudas por 15 a 30 dias. Em tempo frio, pode-se cobrir também com plástico, para manter a temperatura mais elevada; e
  10. Regas suaves e frequentes devem ser realizadas.

Figura 1. Exemplo de como acomodar as raízes das mudas.

ipe6

O processo de acostumar a planta com a luz direta do sol também é importante. Exponha suas mudas de forma gradual, de preferência durante o período da manhã, que é mais fresco. No começo pode ser que as folhas fiquem murchas, mas em 2 ou 3 dias a maioria já estará adaptada ao sol direto.

– Escolha de recipientes:
Os recipientes mais comuns são sacos plásticos ou tubetes de polipropileno, para que possam desenvolver bem suas raízes até a etapa de plantio em campo.

O tamanho recomendado para os sacos plásticos é de aprox. 11 x 25cm, com espessura de 0,15mm.

No caso podem-se usar materiais alternativos como recipientes. Como o caso de uma pet cheia de terra (Figura 2).

Figura 2. Exemplo de pet cheia de terra e areia para plantio de repicagem das mudas de ipê.

ipe7

5. Plantio da árvore

Quando a muda com 30 cm ou mais (ideal 45cm), ela estará pronta para o Plantio.

– Escolha um local para levar a muda para o Plantio definitivo.

  1. Abra uma cova ou use o tamanho do torrão que envolve as raízes como referência: a cova deve conter o torrão com folga. No momento do plantio, a embalagem (saco plástico ou outros) que envolve a muda deve ser retirada com cuidado para que o “torrão” que protege as raízes não se quebre. Para facilitar a retirada, segure a muda deitada com uma mão e com a outra, utilizando objeto de corte (faca, tesoura) corte o saco plástico no sentido boca-fundo e com cuidado retire a embalagem plástica.
  2. No fundo da cova, coloque um pouco de areia e cascalho fino para facilitar a drenagem e aproveite para aplicar composto orgânico ou esterco. Misture a terra retirada com o composto orgânico. E lembre-se que o solo deve estar livre de entulho, pedras e lixo.
  3. Umedeça um pouco o torrão e retire a muda da embalagem, cortando o saco plástico e coloque-a na cova, centralizando bem e tomando cuidado para que as raízes não fiquem expostas. Não afunde demais a muda, procurando manter o “colo” da árvore no mesmo nível da superfície.
  4. Aproveite para colocar uma estaca de sustentação, ao lado do torrão da muda. A estaca é muito importante, especialmente no início do desenvolvimento da árvore, para evitar danos com ventos fortes e até para conduzir melhor o seu crescimento.
  5. Junte a terra da cova (após adubá-la) com a muda plantada e, com as mãos, pressione a terra ao redor do “torrão” até que este esteja firme e bem envolvido pela terra da cova. Terminado o plantio, regue abundantemente. Providencie uma proteção para a muda, caso esteja sujeita a atos de vandalismo.
  6. Regue bem e espere que a terra ceda. Complete o nível do solo com a terra adubada. Faça irrigações diárias, caso esteja atravessando um período seco.

ipe8

O local para plantio da muda deve ter espaço suficiente para que a futura árvore possa desenvolver a sua copa. A muda não pode ser plantada muito próxima de casas, muros, rede elétrica etc. A distância mínima entre uma muda e outra, ou mesmo entre a muda e uma casa, deve ser no mínimo de cinco metros.

A cova (buraco) onde será plantada a muda deve ter as dimensões de 40 x 40cm de boca e 40cm de profundidade. Ao abrir a cova, a terra retirada deve ser aproveitada para o enchimento do buraco.

Depois de plantada, a muda deve receber alguns cuidados até que fique adulta (cerca de dois anos) e saudável. Molhe-a com frequência, de preferência a cada dois dias, no período da manhã ou final de tarde. Após o primeiro mês, regar a planta uma vez por semana.

Nos dois primeiros anos após o plantio, é importante que se faça uma adubação de cobertura a cada seis meses utilizando uma mistura de 50 gramas de uréia, 100 gramas de superfosfato simples e 50 gramas de cloreto de potássio. Essa mistura deve ser aplicada ao redor da muda na forma de uma coroa formada pela projeção da copa da planta no solo.

ipe9

Para maiores detalhes a Prefeitura de São Paulo disponibiliza online um “Manual Técnico de arborização urbana”: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/meio_ambiente/publicacoes_svma/index.php?p=188452

Fontes Consultadas:
INSTRUÇÕES PARA GERMINAÇÃO E PLANTIO DAS SEMENTES.<http://dreamgarden.com.br/plantio>. Acesso em 11 de novembro de 2016.

Curta e publique as fotos da germinação e crescimento de sua árvore em nossa Fan Page

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá!
OBRIGADO POR NOS ACESSAR!
Queremos...
CONHECER VOCÊ!
Conecte-se...
COM JESUS E A SBN!
Suas informações são...
IMPORTANTES E PRIVATIVAS
GET IT NOW
500% MORE SUBSCRIBERS
EFFICIENCY
BOOST YOUR SALES
CREATIVITY
INSPIRE YOUR VISITORS
BE UNIQUE
CREATE UNIQUE POPUPS
Conectar